Veja um pouco da História do Rei Momo em Salvador

0
31

Segundo a História da Arte, ator que representava nas farsas populares do antigo teatro. Originário dos bobos encarregados de divertir os amos e senhores portugueses que habitavam os paços reais e as residências nobres com mímicas e farsas populares. No carnaval, o Rei Momo recebe a chave da cidade e se torna guardião durante os dias da folia momesca.

No Carnaval de Salvador, a oficialização do Rei Momo aconteceu em 1959 por iniciativa da Rádio Excelsior, apesar do concurso também ter acontecido anos antes em bailes de salão, que personificava a figura do deus grego irreverente. Em 1990, a Federação Baiana dos Clubes Carnavalescos comprou os direitos de promover a eleição e elegeu o primeiro momo escolhido pelo voto. Atualmente, o concurso é promovido pela TV Aratu com parceria da Federação Baiana das Entidades Carnavalescas.

Reis Momos de Salvador*
1959-1988 – Milton Ferreira da Silva – Ferreirinha
1989 – Nilson Ferreira Filho
1990 – José Eduardo Santana Vita
1991 – José Eduardo Santana Vita
1992 – William do Nascimento
1993 – José Eduardo Santana Vita
1994 – Paulo Ferreira Passos
1995 – Pedro Balbino de Almeida Filho
1996 – James Jorge Silva
1997 – Paulo Ferreira Passos
1998 – Pedro Balbino de Almeida Filho
1999 – Édicles Calmon Brasil de Melo
2000 – Édicles Calmon Brasil de Melo
2001 – José Eduardo Santana Vita
2002 – Pedro Balbino de Almeida Filho
2003 – Ivonilson Queiroz de Oliveira
2004 – Alexandro Pereira Vasconcelos
2005 – Alexandro Pereira Vasconcelos
2006 – Omar Jesus
2007 – Eraldo Alves
2008 – Clarindo Silva
2009 – Gerônimo Duarte
2010 – Pepeu Gomes
2011 – Edgar Passos Ferreira
2012 – Leandro França dos Santos
2013 – Leandro França dos Santos
2014 – Renildo Barbosa
2015 – Alan Cerqueira Nery
2016 – Nivaldo Santos Nery Filho (Duzinho Nery)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here