Segue internado na UTI o policial alvejado por outros policiais no bairro de Itinga

0
26
De acordo com a PM, o soldado passa bem e não corre risco de morte. Ele está mantido na UTI para diminuir o risco de contrair infecções. O Departamento de Saúde (DS) e o Departamento de Promoção Social (DPS) da Polícia Militar aguardam o procedimento de transferência para outra unidade hospitalar.
O soldado da Polícia Militar Gilvan Almeida segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Aeroporto, em Lauro de Freitas. Gilvan foi baleado na tarde de quarta-feira (18) durante um mal entendido com colegas da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Itinga).
Gilvan estava passando de carro com um amigo pelo bairro de Itinga quando policiais à paisana, em uma viatura sem identificação, desconfiaram do veículo e iniciaram uma perseguição. Com medo de que fossem bandidos, o soldado abriu fuga e bateu o carro em um poste. Com a pancada ele desmaiou.
O amigo do policial, que estava no banco do carona, sacou a arma do PM e disparou contra a viatura, dando início a uma troca de tiros. Um dos policiais reconheceu Gilvan e os disparos finalmente cessaram.
Segundo a delegada em exercício da 27 ª Delegacia Territorial (DT/Itinga) – onde o caso foi registrado, Juceli Rodrigues, o amigo do soldado Gilvan prestou depoimento na tarde de ontem. Ela disse ainda que o PM e outras pessoas que participaram e testemunharam a ação também serão ouvidas para que tudo seja esclarecido.
“Foi uma fatalidade. Eles eram todos amigos”, disse a delegada. Nem a delegada nem o subtenente da 81 ª CIPM souberam informar o que caracterizava o carro do soldado Gilvan Almeida, um Renault Sandero de cor prata, como um veículo suspeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here