PSOL recorre ao STF para derrubar nomeação de Moreira Franco

0
26

O PSOL protocolou nesta terça-feira (7) um mandado de segurança para barrar no Supremo Tribunal Federal (STF) a nomeação de Moreira Franco para o cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Citado na delação da Odebrecht, Moreira ganhou foro privilegiado com a nomeação do presidente Michel Temer, o que faria um eventual processo contra o ministro ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para o PSOL, a nomeação representa “grave afronta ao princípio da moralidade administrativa”.O relator do mandado de segurança do PSOL será o ministro Celso de Mello, que já é responsável por analisar uma ação semelhante apresentada pelo partido Rede Sustentabilidade.”O país testemunha, estupefato, a execução de um ato pelo qual o presidente da República deliberadamente decide nomear alguém para um cargo de ministro de Estado, não com finalidade de aprimorar o corpo técnico de sua equipe, mas tão somente para prover a um investigado pela Operação Lava Jato a prerrogativa de foro”, alega o PSOL.Na peça, o PSOL destaca a decisão do ministro Gilmar Mendes, que no ano passado decidiu suspender a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil no governo Dilma Rousseff.O PSOL ainda pede ao STF que sejam exibidas “as delações e quaisquer documentos” envolvendo Moreira Franco no prazo de dez dias, já que são documentos que se “encontram em repartição pública, sob segredo de justiça”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here