Propostas de Ângelo Coronel na ALBA mostram que Era de presidente “líder do governo” acabou

0
26

Algumas iniciativas que serão tomadas pelo novo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Angelo Coronel (PSD), que mostram que ele não incorporará a figura de “líder do governo” na Casa, papel que o anterior, Marcelo Nilo (PSL), desempenhou como ninguém, facilitando imensamente a vida das gestões petistas de Jaques Wagner e Rui Costa no Legislativo: reativação do Colégio de Líderes, no qual todos os partidos terão assento, relativizando o papel das lideranças do governo e da minoria – que na gestão anterior resolviam a maior parte das demandas que chegavam ao Poder oriundas das mais diversas fontes -, e exigência para que matérias só sejam votadas em plenário depois de esgotadas todas as etapas de discussão e votação nas comissões e secretários visitem o Parlamento com regularidade para levantar os pleitos dos deputados, como acontece em alguns Estados. “Esse negócio de deputado ficar sentadinho em ante-sala de secretário esperando horas para ser atendido vai acabar”, promete Coronel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here